Retorno ao trabalho presencial e os novos cuidados

Os efeitos transformadores da pandemia foram imensos, a mudança de paradigmas gerada pela maior crise sanitária da história, impulsionou a 4ª Revolução Industrial, resultou no avanço da tecnologia, da automação comercial e da inteligência artificial, o que acaba por se impor à ordem econômica e à forma como as pessoas vivem.

Inicialmente, empresas e trabalhadores se viram diante do despreparo tecnológico e tiveram de se adaptar rapidamente para sobreviverem ao mercado. A transição aconteceu da noite para o dia, o que talvez levasse meses ou anos para ser implantado, aconteceu de imediato da maneira que foi possível.

Dificuldades foram enfrentadas, o improviso de adaptar a casa e o emocional para experimentar outras formas de trabalhar, foi um desafio. Contudo, as empresas e seus colaboradores ultrapassaram obstáculos e se adaptaram à nova realidade. Agora, mais uma vez, com o avanço da vacinação, o cenário se altera.

Neste momento de retomada, a pergunta é: como será feito? será como antes? como será o reencontro ou o primeiro encontro presencial com os colegas? as pessoas estão confortáveis com sua aparência e seguras para sair de casa? As respostas não estão claras ainda, mas o que se percebe é que as companhias estão se reestruturando para uma terceira realidade, apelidada de regime de trabalho híbrido, em que o profissional mescla entre o trabalho remoto e o presencial.

Como se preparar para a retomada?

Neste processo de reabertura das empresas, os colaboradores devem se sentir seguros em relação às instalações, além disso, é importante que seu bem estar seja priorizado. Veja a seguir.

Desenvolva um protocolo de segurança: reestruturar todo o ambiente para receber os colaboradores de forma segura, se faz necessário, assim como o uso obrigatório de máscara, espaçar as mesas para manter o distanciamento entre as pessoas, disponibilizar álcool em gel , disponibilizar orientações de higiene e limpeza, janelas sempre abertas para a circulação do ar, limpeza reforçada dos postos de trabalho, medição da temperatura, entre outros.

Retorno gradativo: uma boa opção é flexibilizar as jornadas de trabalho, dividindo a equipe por turnos e priorizar o retorno daqueles que possuem veículo próprio. Aqueles colaboradores que fazem parte do grupo de risco devem permanecer na modalidade de home office, evitando exposição ao risco de contaminação.

Comunicação ativa com a equipe: é essencial que os gestores se preocupem com o sentimento do colaborador em relação ao retorno. É normal sentir medo e insegurança nesse momento. As pessoas necessitaram de um tempo para se adaptar a nova realidade. É fundamental que a empresa transmita saúde e segurança para todos.

Sem dúvida alguma, o retorno às atividades presenciais será tão desafiador quanto o isolamento inesperado no trabalho remoto de 2020.

A boa notícia é que, desta vez, a mudança não precisa ser feita de forma repentina, mas poderá ser gradativa, havendo tempo para empregados e empregadores se estruturem da melhor maneira possível, procurando manter a economia ativa e os postos de trabalho.

 —————————

Sua opinião é muito bem-vinda! Comente, se expresse, esse espaço é seu 😉

Por favor, verifique os termos antes de realizar seu comentário:

  • Os comentários do blog são moderados.
  • Só publique comentários relacionados ao conteúdo do artigo.
  • Comentários anônimos não serão publicados.
  • Não coloque links de artigos de seu blog nos comentários.
  • Deseja nos contatar? Acesse o formulário de contato aqui.
  • Os comentários não refletem a opinião do autor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.