Reflexão do Dia Internacional do Homem: como anda a sua inteligência emocional?

Quarentena e isolamento social são realidades que passaram a fazer parte da vida de todos, independentemente de sexo, idade, etnia ou condição social. Mas como é que o gênero masculino lida com isso?  Tradicionalmente, foi convencionado de que “homem não chora”, mas pode fazer de tudo. Entretanto, há a compreensão de que não é bem assim.

Pressão por resultados, ansiedade, estresse, medo e depressão são fatores que podem desencadear mudanças de comportamento ou explosões de humor inimagináveis. E as consequências tendem a ser desastrosas. Controlar as emoções pessoais pode não ser fácil e por isso há estudos nessa área, mais conhecida como inteligência emocional.

Familiares que se encontravam por pouco tempo, agora se veem obrigados a conviver com mais intensidade, gerando conflitos e aborrecimentos. Quem já não se arrependeu por ter agido no calor do momento, de modo impulsivo, provocando a decepção de pessoas queridas e os consequentes constrangimentos e frustações?

A falta de razão e a demonstração das fraquezas humanas, muitas vezes, acontecem inconscientemente. De modo geral, esses eventos comportamentais não constam na “agenda do cotidiano” e nem no “planejamento estratégico”.

Atitude

Pode ser que pensamentos e sentimentos ruins passem a dominar. Nessas situações é preciso reagir e lutar. De que forma? Busque apoio. Converse com alguém. Procure boas leituras. Encontre palestras interessantes. Ouça boas músicas. Faça algo que proporcione bons sentimentos e pensamentos positivos. A atitude de reação indica o caminho para se alcançar inúmeras vitórias.

Sucesso

A ciência aponta que o homem emocionalmente inteligente ou equilibrado tende a conseguir êxito em tudo o que faz. Para isso, não basta apenas o uso da razão. É necessário aprimorar a sensibilidade para perceber e respeitar os sentimentos alheios. Quem não quer estar ao lado de um ser “mais” humano que age dessa forma? É o desejo de muitas pessoas, sobretudo de mulheres, mães e filhas.

Benefícios

Saber lidar com as próprias emoções e sentimentos traz inúmeros benefícios: eleva a autoestima, permite mais empatia, aumenta a produtividade, melhora a administração do tempo, aperfeiçoa a capacidade de decisão e discernimento, ajusta as metas e objetivos, aprimora as relações interpessoais, alimenta a esperança, proporciona alegria, disposição e muito mais! Estar bem consigo mesmo faz muita diferença!

Assumir a vulnerabilidade inerente a todo ser humano e buscar apoio fazem parte do primeiro passo para alcançar melhor qualidade de vida. Você não está sozinho.

 —————————

Sua opinião é muito bem-vinda! Comente, se expresse, esse espaço é seu 😉

Por favor, verifique os termos antes de realizar seu comentário:

  • Os comentários do blog são moderados.
  • Só publique comentários relacionados ao conteúdo do artigo.
  • Comentários anônimos não serão publicados.
  • Não coloque links de artigos de seu blog nos comentários.
  • Deseja nos contatar? Acesse o formulário de contato aqui.
  • Os comentários não refletem a opinião do autor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *