Que ações inserir no dia a dia para contribuir com o bem estar da saúde mental?

O dia 10 de setembro foi escolhido pela OMS (Organização Mundial da Saúde), como uma data para chamar a atenção às questões relacionadas a saúde emocional. A organização observou a necessidade de desenvolver uma estratégia conscientização sobre o tema, abordando as formas de prevenção.

A campanha visa estimular o olhar diferenciado para a vida, o cuidado com o outro, observar suas dificuldades, problemas e conflitos. Desta maneira, a proposta é que aqueles que estão em risco encontram apoio, os demais descobrem como lidar com essa problemática, com a finalidade de evitar os fins trágicos, que os abalos da saúde mental podem provocar.

Com o contexto da pandemia de Covid-19,  um alerta vem sendo apontado como um aumento ainda maior nas ocorrências de suicídio e automutilação, devido ao agravo de riscos psicossociais, medo do contágio, ansiedade, isolamento social, luto e stress das tensões relativas à infecção.

Problemas como depressão e bullying, também são listados como alguns dos fatores responsáveis por gerar abalos para a saúde mental do indivíduo, que muitas vezes chegam ao estágio do desespero, optando por se livrar da dor e dos problemas, para os quais não encontra uma saída.

O objetivo da campanha Setembro Amarelo, é mostra para essas pessoas que elas não estão sozinhas, podem procurar ajuda e ser compreendidas, que todos esses problemas têm uma solução quando recebem o apoio de outras pessoas. Além disso, faz o trabalho de conscientização com quem não está passando por essa situação.

A importância de cuidar da saúde mental

Embora nem sempre se tenha autonomia sobre determinados acontecimentos em nosso dia a dia, é possível escolher como se comportar diante deles. Cuidar da saúde mental faz total diferença no enfrentamento e impacto emocional, em determinada situação.

Algumas ações simples e práticas podem ser aplicadas no dia a dia para cuidar da mente. Listamos algumas dicas possíveis de adotar ou recomendar para os colegas na promoção da saúde mental.

Gestão do tempo: organizar as tarefas do dia a dia e planejar a semana, ajuda a distribuir os horários para as tarefas profissionais, familiares e pessoais, proporcionando assim, uma melhor qualidade de vida;

Praticar atividades físicas: é importante, tanto para a saúde física, quanto para eliminar toxinas, refletir, rever alguns conceitos e prioridades;

Tenha momentos de lazer: mesmo com o distanciamento social entenda lazer como uma pausa na rotina para respirar novos ares e recuperar as energias;

Cuide da alimentação: ficar muito tempo sem se alimentar pode causar fraqueza, fadiga e ainda comprometer órgãos importantes e responsáveis pela manutenção corporal e orgânica. Procure consumir alimentos nutritivos de 3h em 3h;

Inicie sessões com terapeutas: A maioria das pessoas pensa que não precisa de terapia ou que é preciso estar com alguma doença mental para procurar um terapeuta. É fundamental procurar ajuda profissional ao perceber dificuldades em lidar com os sentimentos, emoções e as próprias frustrações. Aceitar as falhas e limitações é o primeiro passo para identificar que algo pode ser melhorado.

Os gatilhos mentais estimulam o cérebro na tomada de decisão, ter uma postura positiva no dia a dia, adotar hábitos saudáveis, como por exemplo, algumas dessas dicas, colaboram para uma boa saúde mental.

Comece já a praticar e, aos poucos, perceba os benefícios e impactos que pequenas atitudes têm na sua mente.

 —————————

Sua opinião é muito bem-vinda! Comente, se expresse, esse espaço é seu 😉

Por favor, verifique os termos antes de realizar seu comentário:

  • Os comentários do blog são moderados.
  • Só publique comentários relacionados ao conteúdo do artigo.
  • Comentários anônimos não serão publicados.
  • Não coloque links de artigos de seu blog nos comentários.
  • Deseja nos contatar? Acesse o formulário de contato aqui.
  • Os comentários não refletem a opinião do autor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.