Plano de Desenvolvimento Individual: Qual a importância para a carreira?

O Plano de Desenvolvimento Individual – PDI  é uma das ferramentas utilizadas para impulsionar o potencial de um indivíduo de maneira organizada e estratégica. Assim, no planejamento da carreira, o PDI pode ajudar a equipe a desenvolver novas competências, melhorar o desempenho e alcançar maiores desafios.

O PDI é adotado pela área de Recursos Humanos como uma ferramenta de alto impacto para impulsionar a carreira dos profissionais, seu principal objetivo é colaborar com o desenvolvimento dos funcionários, inclusive das lideranças da empresa.

Sem um PDI bem planejado e específico, os profissionais permanecem com as mesmas competências de quando foram contratados. E se esse comportamento se manter no mercado concorrido que vivemos, a empresa perde competitividade.

Por isso o PDI é tão importante, por ser uma ferramenta fundamental nesse processo para empoderar o próprio colaborador na sua fase de desenvolvimento. De forma individual, personalizada e flexível, olha para as necessidades específicas da pessoa e se adapta no processo de aprendizagem, dando margem para vários formatos diferentes.

 

O que deve constar no Plano de Desenvolvimento Individual?

Análise e definição de objetivos: É essencial fazer uma análise das competências e lacunas de conhecimentos ou habilidades que o colaborador ainda precisa adquirir. Ainda sim, envolver uma visão prospectiva, pensando nas competências que precisam ser desenvolvidas a longo prazo pelo colaborador para que ele alcance os objetivos da empresa. Isso pode ser identificado por meio de uma avaliação (ou feedback) do líder ou de um processo de coaching.
 
Planejamento: É necessário fazer um passo a passo — que indique como o profissional vai avançar de seu estágio atual até sua meta. Nele, é preciso colocar um prazo, delimitar as competências que precisam ser adquiridas para atingir esse objetivo, bem como identificar um mentor que poderá contribuir nesse processo.
 
Prazos: O Plano também deverá indicar prazos de realização bem definidos. É possível criar um PDI para um semestre, um ano, cinco anos, etc. O importante é que as metas estipuladas sejam condizentes com o prazo. É importante que o colaborador tenha um plano macro, mas que os PDIs sejam mais breves e mais frequentes, que ações pequenas também sejam definidas como ações de desenvolvimento.

Você já aplica o PDI para impulsionar seu próprio crescimento profissional? Como tem trabalhado a gestão talentos da sua equipe?

Nós podemos ajudar!Jobs & Talents é uma das áreas de atuação do Energy Group, operada pela Energy People e, oferece além das soluções integradas, com suporte em serviços que abrangem todas as funções estratégicas e operacionais da área de RH, a tercerização de serviços especializados, através de soluções inteligentes, agregando valor e reduzindo custos para as empresas.

 —————————

Sua opinião é muito bem-vinda! Comente, se expresse, esse espaço é seu 😉

Por favor, verifique os termos antes de realizar seu comentário:

  • Os comentários do blog são moderados.
  • Só publique comentários relacionados ao conteúdo do artigo.
  • Comentários anônimos não serão publicados.
  • Não coloque links de artigos de seu blog nos comentários.
  • Deseja nos contatar? Acesse o formulário de contato aqui.
  • Os comentários não refletem a opinião do autor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *