Como o home office pode impulsionar o sedentarismo?

As restrições impostas pela pandemia mostraram que o sistema home office veio para ficar, em virtude da economia de recursos que gera às empresas e para permitir mais segurança aos colaboradores.

Apesar dos benefícios advindos com a nova realidade, existe a preocupação de combater o sedentarismo, uma vez que há a tendência de os colaboradores permanecerem muito tempo sentados na mesma posição ou de se acomodarem no conforto do lar. Além disso, o medo de perder o emprego e a busca por produtividade podem ampliar o tempo de permanência no computador, induzindo ainda mais à inatividade física em busca do descanso.

Para inibir o sedentarismo e contribuir para a saúde laboral, apresentamos dicas importantes que podem auxiliar no cotidiano de cada colaborador.

A importância dos alongamentos

Os alongamentos são essenciais para o bom funcionamento do corpo humano e permitem melhorar as funções musculares e articulares, lubrificando todo o organismo. Isso diminui as chances de lesões e aprimora a postura corporal.

Resultados do alongamento

Ao receber estímulos, os músculos se tornam mais flexíveis e fazem com que funcionem melhor, melhorando o desempenho de atividades básicas como andar, levantar, agachar e assim por diante.

Preparação do corpo

Os alongamentos preparam o corpo humano para o desempenho de qualquer prática esportiva ou outra atividade que exija mais esforço físico, habilitando os músculos para suportar as tensões e favorecer a amplitude de movimentos.

Estímulo à movimentação sanguínea

Ao impulsionar a circulação sanguínea, o alongamento permite que o sangue passe mais facilmente pelos tecidos musculares e ajuda na recuperação do corpo após cada esforço físico.

Auxílio de relaxamento

Dores nas costas, pescoço e lombar podem ser evitadas com alongamentos. Estes favorecem a redução de estresse corporal e proporcionam relaxamento. Músculos relaxados aliviam tensões, reduzem a fadiga e colaboram com a respiração.

Alongamento diário

Existem técnicas que podem ser feitas individualmente e de modo natural, para proporcionar mais conforto e segurança, como:

Pescoço: sente-se em uma cadeira que ofereça encosto. Apoie as costas de forma mais ereta e firme. Olhe para frente e coloque seu antebraço em cima da cabeça, com sua mão encostando na orelha. Depois disso, mova a cabeça em direção ao ombro e fique assim por 20 segundos. Repita o movimento, mas para o outro lado.

Coluna: ainda na cadeira, mantenha o tronco encostado, segure com as duas mãos um lado do encosto, puxando as costas na mesma direção. Faça isso em ambos os lados.

Ombros e braços: de pé, entrelace os dedos com as palmas das mãos voltadas para si. Erga os braços acima da cabeça e vire as palmas em direção ao teto. Estique o máximo que aguentar e conte até 20.

Quadril e costas: novamente sentado, mas agora na ponta da cadeira, afaste suas pernas e pés, mantendo-os firmes ao chão. Desça devagar até aproximar as mãos ao chão, colocando sua cabeça entre as pernas.

Pernas: usando a mesma cadeira, sentado na ponta dela, estique um dos joelhos e aponte seu pé para cima. Deite até colocar sua mão o mais próximo do pé. Se conseguir alcançar a ponta, puxe-a para estirar a panturrilha. Faça a mesma coisa com a outra perna (Fonte: fisiotrauma.com.br).

Ao considerarmos a importância do alongamento diário, é necessário colocar as sugestões em prática para alcançar esses benefícios. Além disso, a manutenção da saúde humana e a prática esportiva devem ser precedidas por orientação médica.

 —————————

Sua opinião é muito bem-vinda! Comente, se expresse, esse espaço é seu 😉

Por favor, verifique os termos antes de realizar seu comentário:

  • Os comentários do blog são moderados.
  • Só publique comentários relacionados ao conteúdo do artigo.
  • Comentários anônimos não serão publicados.
  • Não coloque links de artigos de seu blog nos comentários.
  • Deseja nos contatar? Acesse o formulário de contato aqui.
  • Os comentários não refletem a opinião do autor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *